s

Comunicado

Problemas técnicos nos obrigaram a postergar, em alguns dias, o lançamento do novo site Cruzando Mundo, mas estamos trabalhando para, em breve, trazermos um site totalmente novo. Entretanto, em respeito a você, nosso leitor, postaremos novos conteúdos neste site provisório até o lançamento.

%

Cruzando Mundo

Blog Temporário

Guia CRUZANDO MUNDO – O Melhor da Gastronomia de Campos do Jordão

Em nossa última estada em Campos do Jordão, no mês de setembro, tivemos o privilégio de acrescentar à nossa lista mais alguns restaurantes que oferecem o melhor da gastronomia da cidade. Desta forma, criei um guia gastronômico para facilitar a sua escolha. Vila Chã Este é o endereço para apreciar a autêntica cozinha portuguesa temperada com os melhores ingredientes dos produtores da Serra da Mantiqueira. Os produtos chegam ao restaurante e são elaborados em pratos assinados pelo chef Nelson, proprietário do restaurante. Avenida Engenheiro Diogo de Carvalho, 99 – Capivari, Campos do Jordão – SP Tel.: +5512 3663-4702 restaurante@vilacha.com.br http://www.vilacha.com.br/ Bar e Restaurante Vemaguet 67 Gastronomia de boteco e charme vintage com excelentes cartas de vinhos, cervejas, cachaças e drinks originais. Um espaço elaborado para proporcionar descontração para um bom papo com boa bebida e um cardápio bem elaborado com pratos, porções e sanduiches originais. Rua Djalma Forjaz, 140 – Capivari – Campos do Jordão Tel.: +55 12 3663-3239 La Gália Inspirado nas histórias de Obelix e Asterix, o La Gália é especializado em carnes exóticas como o Javali, Avestruz, Faisão, Galinha d’Angola entre outras. No cardápio destacam-se o Javali assado a Obelix, a Avestruz Grelhada e o Faisão nas Olivas, mas o cardápio também contempla o tradicional bacalhau norueguês, a Truta da Mantiqueira, grelhados especiais com cortes nobres de Gado Angus, além das Fondues, fazendo com que sejam perfeitos os momentos de puro deleite gastronômico. A carta de vinhos oferece rótulos para perfeita harmonização com qualquer um dos pratos exóticos. Av. Macedo Soares, 340 – Vila Capivari, Campos do Jordão – SP, 12460-000 Tel.: +55 12 3663-2993 info@lagalia.com.br... read more

Vila Chã – Culinária portuguesa na Montanha

A culinária portuguesa marca sua presença em Campos do Jordão pelas mãos do chef Nelson em um dos melhores endereços da gastronomia na cidade. Os nobres e tradicionais ingredientes dos pratos lusitanos são preparados com os ingredientes naturais e orgânicos que os produtores da região fornecem ao restaurante. Essa parceria garante os melhores e mais frescos insumos ao restaurante e uma permanente atividade aos pequenos produtores rurais. A aconchegante e tradicional decoração do Vila Chã nos transporta para uma pequena aldeia portuguesa. Fomos recebidos pelo maitre que nos acomodou em uma ótima mesa e nos ofereceu deliciosos bolinhos de bacalhau como entrada. A sugestão para o prato principal foi a “Truta à Belle Meunière” acompanhada por um excelente vinho português. No Vila Chã é possível comer o tradicional bacalhau, a fantástica truta da região e os famosos doces portugueses, além de vários outros pratos fantásticos, à la carte, harmonizados com os melhores vinhos da Terrinha! O atendimento é excelente, a apresentação dos pratos também e chegam à mesa rapidamente. Endereço: Avenida Engenheiro Diogo de Carvalho, 99 – Capivari, Campos do Jordão – SP Tel.: +5512 3663-4702... read more

Londres – Passeio de barco pelo Tâmisa

Passear de catamarã pelo rio Tâmisa é um dos programas que não se pode deixar de fazer em Londres, mesmo que alguns trechos sejam extremamente agradáveis quando feitos a pé. É o caso do percurso entre a Tate Britain e a Torre de Londres, onde se pode ver grande parte dos atrativos imperdíveis da cidade. Caminhar pelas margens do Tâmisa, principalmente em dias de sol, ainda que seja inverno, é um dos melhores programas na cidade. Entretanto, pegar um catamarã e cruzar Londres até Greenwich é indispensável, principalmente se for a primeira vez na cidade. Além do mais, é a maneira mais prática e agradável de chegar ao Meridiano e ao Observatório Real. Várias empresas oferecem o passeio e o melhor é comprar o “River Roamer”, o passe de dia inteiro que dá direito a desembarcar em qualquer píer, visitar a região e os atrativos que lhe interessem e embarcar novamente em outro barco da mesma empresa. Apesar da tentação de passar horas em um determinado lugar, lembre-se que o passeio é ideal para dar uma visão geral dos atrativos e proporcionar que se conheça vários lugares em um mesmo dia, otimizando o tempo. É importante que se escolha uma ou outra atração mais demorada para visitar com calma e deixar as demais para retornar outro dia. Minha dica é começar o dia cedo! Antes de pegar o catamarã, sugiro que inicie visitando a Tate Britain (aberta a partir das 10h) e depois caminhe pela margem do rio, passando pelo Parlamento e pelo Big Ben até chegar a Catedral de Westminster. Visite a Catedral e ao sair siga para... read more

Dedo de Moça – Gastronomia mineira com originalidade em São João del Rei

Fomos jantar no restaurante Dedo de Moça por indicação da recepção da Pousada Beco do Bispo e, logo na chegada, o restaurante nos impressionou pela decoração linda a luz de velas e pelo atendimento diferenciado da proprietária Ana Cristina Pires. A noite, em São João del Rei, estava muito agradável e não fazia muito frio, portanto, escolhemos uma mesa na varanda, a meia luz. O Dedo de Moça oferece a tradicional culinária mineira com requinte, originalidade e um toque contemporâneo. A apresentação dos pratos é impecável e elegante. Pedimos à proprietária, que é também a chef do restaurante, que nos sugerisse entradas e pratos, uma vez que o cardápio oferece muitas novidades que gostaríamos de experimentar. Ana Cristina nos apresentou, então, quatro pratos premiados em dois anos do Festival Gastronômico Happy Hour: “Acarajé mineiro” (primeiro lugar em 2013), “Polentinha com rabada e agrião” (segundo lugar em 2013), “Filetes de frango ao requeijão de raspa” (segundo lugar em 2014) e “Dadinhos de queijo com tapioca” (terceiro lugar em 2014). Como não daria para experimentar todos, escolhemos o “Acarajé Mineiro”, que são os tradicionais bolinhos de feijão fradinho acompanhados por quatro molhos com ingredientes mineiros. As sugestões de pratos principais também nos surpreenderam! Eu quis experimentar o “Filé com purê de banana da terra e queijo coalho frito”, que foi, sem dúvida, um dos pratos que mais me impressionaram em um restaurante. O Paulo topou a proposta do “Filé ao molho de pimentas de cheiro” que estava um espetáculo também. Para nos encantar ainda mais com a culinária mineira, Ana Cristina nos ofereceu uma degustação de um queijo local fantástico, enquanto... read more

Essaouira – Uma cidade multicultural

Essaouira, que antigamente era chamada pelo nome português Mogador, está localizada no sudoeste de Marrocos, mais precisamente, na costa Atlântica marroquina e é conhecida como a cidade dos ventos, devido aos fortes ventos que vêm do oceano. A cidade parece exercer um fascínio por sua autenticidade, por sua originalidade e pelo encantamento provocado pelo vento que sopra forte por entre as ruas e as vielas da Medina. O balneário está fora do roteiro turístico de massas e isso, tornando-o um ótimo destino. Fomos de carro para Essaouira e passamos o dia nesta cidade linda que está na lista Patrimônio Mundial da UNESCO, desde 2009, devido à importância do seu conjunto histórico. Saímos cedo de Marrakech e seguimos, pelos 176 km, até Essaouira com uma paisagem desértica e fascinante a nossa volta. Passamos por vários pastores com suas ovelhas ou seus rebanhos de cabras, casinhas isoladas e algumas cidades pequenas pela estrada. A vida pelo interior do país parece estar parada em algum século distante, mas ao mesmo tempo ícones do presente moderno nos trás a realidade. Cerca de três horas depois chegamos ao destino, após fazermos algumas paradas pela estrada, inclusive em uma cooperativa de mulheres que produzem artigos com o óleo de Argan, o “ouro do Marrocos”. Essaouira é considerada uma das cidades litorâneas mais agradáveis do país, devido aos extensos areais, praias desertas, dunas e o seu pitoresco centro histórico. Também é muito procurada para a prática de esportes de vela, surf, wind-surf e kite-surf, devido aos fortes ventos marinhos. É fácil alugar equipamentos para a prática desses esportes nas escolas de surf. A fama de Essaouira... read more

Van Gogh – 125 anos de inspiração

Em 2015 a Holanda homenageará um de seus filhos mais ilustres, o pintor Vincent van Vogh. Para lembrar o 125º aniversário do falecimento do artista, eventos, exposições e inúmeras intervenções culturais estão sendo organizados por todo o país para contar sua história e legado. Na província de Noord-Brabant, as comemorações já se iniciaram com uma ciclovia interativa. O projeto, criado pelo designer holandês Daan Roosegaarde, consiste em uma ciclovia composta por pedras fotossensíveis que acendem à noite e criam belos reflexos de luz quando as bicicletas passam. A pista é uma alusão ao seu famoso quadro A Noite Estrelada e uma homenagem ao pintor que viveu na região durante alguns anos de sua vida. Os museus Van Gogh, em Amsterdam; Kröller-Müller, em Otterlo; e Noordbrabants Museum, em Den Bosch, que reúnem as maiores coleções do artista em todo mundo, homenagearão o pintor com exposições especiais em torno do tema “Van Gogh – 125 anos de inspiração”. Nova Exposição no museu Van Gogh, a partir de 28 de novembro O Museu Van Gogh, em Amsterdã, abriga e administra a maior coleção de Vincent van Gogh do mundo. Com 200 telas, 500 desenhos e 750 documentos, o museu atrai cerca de 1,5 milhão de visitantes por ano. A nova exposição vai mostrar cerca de 1.100 produções, entre cartas e desenhos, que raramente são exibidas porque são muito sensíveis à luz. Todos os aspectos da vida e obra do pintor – da orelha cortada ao suicídio – serão discutidos em detalhes. Pela primeira vez, o museu vai apresentar a história completa: o artista, o contexto, as suas ambições pessoais, suas emoções, os mitos e sua influência até os dias de hoje, mostrando o... read more

Estocolmo, ótima no verão, fantástica no inverno!

Estocolmo é a capital e a maior cidade da Suécia. É a sede do governo nacional, do Parlamento e local da residência oficial da família real sueca. É, também, o centro cultural, político e econômico da Suécia desde o século XIII. Foi construída sobre 14 ilhas ligadas por 53 pontes no centro-sul da costa leste da Suécia, na região onde o lago Mälaren encontra o mar Báltico, portanto, goza dos encantos de uma cidade envolta por canais de água. A história de Estocolmo começou com um pequeno assentamento viking entre os séculos XI e XVII. Hoje, é uma cidade vibrante, moderna, sede dos prestigiosos prêmios Nobel e uma das capitais mais limpas da Europa e do mundo. A cidade conhecida por sua beleza é carinhosamente chamada de “Veneza do Norte”, por seus canais, mas seus encantos também estão em sua arquitetura coloridíssima e em seus parque, fazendo com que seja uma das mais visitadas dos países nórdicos, com mais de um milhão de turistas internacionais por ano. O antigo e o moderno estão em perfeita harmonia, as pontes cheias de charme e o colorido vibrante das construções dão à cidade uma sensação de calor gostoso que nos faz querer caminhar por toda parte mesmo no inverno de fevereiro, época em que visitamos a cidade. Entre um passeio e outro, fazíamos uma parada estratégica para nos aquecer tomando um delicioso vinho quente, que é servido em qualquer café por toda Gamla Stan, o centro histórico. Estocolmo tem as estações do ano bem definidas e cada qual dá seu brilho especial à cidade, mas no inverno, o contraste do branco da neve com as cores fortes dos edifícios promove um cenário digno de conto... read more

Merrion Square – O coração da arquitetura Georgiana em Dublin

Merrion Square é um dos lugares mais exclusivos de Dublin e o coração da arquitetura georgiana da cidade. Um passeio por esta praça é um deleite para os apreciadores da arquitetura georgiana. No passeio, admire a beleza do parque e seus monumentos, repare nas portas multicoloridas das casas e nas placas que indicam os dublinenses famosos que ali moraram, depois aproveite para visitar os dois museus em Merrion Street. Seu passeio pode ficar mais agradável ainda com uma volta de charrete, que estão sempre em frente ao parque. A construção das casas georgianas na Merrion Square começou em 1762 e continuou por 30 anos. Merrion Square logo se tornou um endereço da moda para a aristocracia e as classes profissionais. É uma das praças georgianas mais bonitas de Dublin e, sem dúvida, uma referência desta arquitetura. A área do parque foi originalmente adquirida pela Igreja Católica Romana em 1930 para construção de uma catedral. No entanto, este projeto nunca se concretizou e, em 1974, o então Arcebispo Dermot Ryan, doou o terreno para a Dublin Corporation para que fosse construído um parque público. Menor que o St Stephen’s Green Park, a Merrion Square possui uma mata verde mais densa e, no centro da praça, encontram-se jardins com belíssimos canteiros de flores. O lugar também é repleto de esculturas e monumentos que homenageiam importantes personagens da história irlandesa, como o memorial ao escritor Oscar Wilde, que residia no nº 1 da Merrion Square, a Fonte Memorial Rutland e uma coleção de postes antigos da cidade. Até cerca de 1950, as casas eram residenciais, mas hoje a maioria é usada como escritório. A Cruz Vermelha... read more

Natal Luz em Gramado – A magia vai começar!

A maior festa natalina do Brasil, que acontece todos desde 1986 em Gramado, no Rio Grande do Sul, começa em 30 de outubro e vai até 11 de janeiro de 2015. Em sua 29ª edição, o famoso Natal Luz que deixa a cidade toda iluminada, também oferece inúmeras atividades para toda a família. A “Fantástica Fábrica de Natal“ que faz o maior sucesso, principalmente, entre a criançada, conta com atores, acrobatas, malabares e muitos efeitos especiais para contar a história de uma criança que consegue conhecer o Papai Noel. Além das tradicionais paradas com personagens e luzes, o “Navitaten”, um show de luzes, música e dança que acontece no Lago Negro e narra o nascimento de Jesus, é outro grande sucesso do evento. Veja a programação completa clicando aqui. O valor dos ingressos varia e podem ser comprados online neste link. Para qualquer informação clique aqui e veja o melhor contato para você.... read more

Paris 6 – O Bistrô famoso pelos pratos das celebridades

Ontem foi dia de conhecer a filial do Rio de Janeiro do famoso Bistrô paulistano, Paris 6 que é um grande sucesso desde sua inauguração, em 2013. A especialidade é a culinária francesa e internacional, mas os pratos que homenageiam famosos e o atendimento 24 horas são os diferenciais da casa do empresário Isaac Azar. Localizado na Érico Veríssimo, a badalada rua dos restaurantes e bares da moda, na Barra da Tijuca, o bistrô conta com estacionamento Valet para maior conforto e tranquilidade. A decoração é inspirada nos bistrôs parisienses dos anos 1920, com espelhos, metais dourados e estofados vermelhos em capitonê, mas também tem ambientes mais despojados, como a varanda. Todos os detalhes são de extremo bom gosto, do uniforme dos garçons aos guardanapos. Fui ao Paris 6 com duas amigas e, para nossa surpresa, o bistrô estava lotado às 15 horas de uma segunda-feira. Aguardamos uns 20 minutos até que uma mesa ficasse disponível. Iniciamos a tarde com um delicioso espumante Adolfo Lona – sugestão do garçom Chagas, e uma porção dos Pasteizinhos de brie à “Camila Camargo” enquanto colocávamos o papo em dia. Mais uma porção dos deliciosos pastéis e outra da Lula Doré à “Dani Calabreza” para continuar a tarde que já beirava às 18 horas e, a essa altura estava mais agradável ainda com o restaurante bem vazio. O cardápio esbanja nomes de celebridades, como por exemplo, Gnocchi de brie quatre fromages à “Marina Ruy Barbosa”, Ravioli de chèvre à “Luciana Mello”, Fettucini au crevettes à la creme champagne à “Maria Rita” e o Crevettes à “Bruno Gagliasso” – um dos pratos mais apreciados há anos.... read more